Como jogar golfe

Golfe, em sua essência, é um jogo simples. Seu objetivo é levar a bola de uma posição inicial até um buraco. Você precisa fazer isso usando um taco. Quem o fizer em menos tacadas, é o vencedor.

Neste artigo iremos repassar algumas regras básicas do golfe para pessoas que estão iniciando nesse mundo.

Regra número 1: não toque na bola

A menos que você esteja no green, e em uma posição que pode interferir na jogada de outro jogador, não mova sua bola. De forma nenhuma.

Você deve dar sua tacada de onde você está, não importa como. Você só deve alterar o contexto do local se a bola estiver obstruída.

No green, sempre marque a posição da bola antes de removê-la.

Regra número 2: fique com sua bola

Acompanhe sempre a sua bola. Você não pode mudar de bola a não ser em eventualidades, por exemplo, se ela cair na água. Se você encontrar uma bola no campo que não é a sua, deixe ela onde está. Pode ser de outro jogador no mesmo campo ou de outro campo que está jogado.

Se depois de uma tacada você não conseguir encontrar a sua bola dentro de 5 minutos, você deve tomar uma penalidade de uma tacada e recomeçar do lugar mais próximo de onde estava. Nesse caso você deve deixar cair a bola da altura dos ombros.

Sobre os tacos

Os tacos são sua principal ferramenta de esporte.

Existem diferentes tacos de golfe porque existem diferentes “fases” durante uma partida. Cada fase requer um tipo de trajetória e distância diferente para a bola, e esses diferentes tacos provem isso.

Basicamente, os tacos madeira são os que enviam a bola mais longe, enquanto os ferro são mais curtos comparativamente. No green, você usará um putter, que não levanta a bola.

Fizemos um artigo sobre tacos de golfe que você pode conferir aqui.

A partida

Uma partida oficial é feita em um campo que tem 18 buracos. Os jogadores se revezam em suas tacadas até que todos os participantes tenham conseguido colocar bolas em todos os buracos. Na disputa de um buraco, o participante que tem a bola mais distante do buraco joga antes dos demais.

Existem campos para iniciantes, com 9 buracos, cujas partidas são mais rápidas.

Existem também campos “executivos”, com 3 buracos, especial para uma reunião de negócios.

A pontuação

Quem fizer todos os buracos com menos tacadas, vence o jogo.

Cada buraco tem um número de tacadas estimado que profissionais conseguiriam colocar a bola. É o chamado “par” do buraco. Por exemplo, um buraco par 3 é um buraco que a maioria dos jogadores experientes conseguiriam colocar a bola com 3 tacadas.

Por convenção, nós damos nomes ao número de tacadas que um jogador leva para encaçapar a bola. Por exemplo, se um jogador faz um birdie, significa que ele fez uma tacada a menos que o par do buraco para encaçapar.

Abaixo a lista dos nomes de pontuação:

  • Eagle: 2 tacadas a menos que o par
  • Birdie: 1 tacada a menos que o par
  • Par: fez o mesmo que o par do buraco
  • Bogey: 1 tacada a mais que o par
  • Bogey duplo: 2 tacadas a mais que o par
  • Bogey triplo: 3 tacadas a mais que o par

Tipos de tacos

O taco é o principal equipamento esportivo do golfe. Toda a ideia de golfe é competidores tentando colocar uma bola em um buraco utilizando um taco.

O que parece ser uma tarefa fácil, na verdade internaliza uma multitude de variáveis e nuances que pode levar anos para alguém masterizar. E essas nuances também acabam por se refletir nos equipamentos do esporte.

Existem vários tipos de tacos utilizados no golfe, cada um com uma função específica, cada um com vantagens e desvantagens sobre o outro. Neste artigo iremos tratar disso.

Madeira

Os tacos de madeira, ou wood na denominação original em inglês, são os mais reconhecíveis no arsenal do golfista porque são os mais longos e maiores.

Apesar do nome, estes tacos não são mais feitos de madeira, e podem ser feitos de aço, titânio e fibra de carbono.

São tacos com cabo mais longos, com cabeça grande e de formato abaulado, tipicamente ocas.

São utilizados para enviar a bola o mais longe possível, e golfistas fazem o giro o mais rápido possível.

Existem dois usos para os tacos de madeira: como drivers e na fairway.

Um driver é o taco utilizado na primeira tacada. Seu objetivo é levar a bola o mais perto possível do buraco. Os drivers são considerados de tamanho número 1 no golfe.

Os tacos de fairway de madeira levam a bola mais longe, mas são menores que o driver, o que lhes confere mais precisão. Por isso são utilizados em meio de jogo, onde a distância ainda é mais importante que precisão. Os mais utilizados são até o número 5, mas existem várias numerações.

Ferro

Os tacos de ferro, chamados iron, são utilizados em tacadas com distâncias menores e onde a precisão é maior. O objetivo do ferro é tirar a bola da fairway e colocá-la no green.

Apesar do nome, os tacos de ferro são feitos na maior parte das vezes de aço, embora já existam fabricantes que tenham opções de cabo de carbono.

No arsenal do golfista, tipicamente existem 7 tacos de ferro, de numeração de 3 a 9. Quanto maior o número, menor a distância da bola.

Wedges

As wedges, ou cunhas, são tacos da categoria ferro, especializados em distâncias curtas e maiores alturas.

São utilizados normalmente para remover a bola de uma parte do campo com terreno mais impróprio, como grama alta e caixa de areia.

As wedges são classificadas por ângulo de contato, a saber:

As pitchingwedges e as gap wedges são utilizadas para cobrir curtas distâncias, por exemplo, quando se quer colocar uma bola da fairway para o green e um iron é muito longo. A sandwedge é mais indicada para retirar bolas da caixa de areia e uma lobwedge é para terrenos mais acidentados, como por exemplo, grama alta.

Putters

Os putters são tacos especializados em apenas uma coisa: fazer o trajeto final da bola até o buraco, já no green.

O putter é provavelmente o taco com mais variedade no mercado porque é talvez o taco mais pessoal do golfe. Por ser usados em tacadas que exigem muita precisão, toda diferença na característica: peso, tamanho, material da cabeça, material do cabo, flexibilidade do cabo, etc, isso tudo faz diferença para cada golfista.

A cabeça pode ser apenas uma lâmina, mais tradicional, ou no formato de malho. A face da cabeça é usualmente reta e projetada para fazer a bola rolar e não subir. Os cabos são tradicionalmente curtos, mas existem putters com cabos longos também.